Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Porto de Rio Grande - Expectativa em relação à nova administração da SUPRG

Porto do Rio Grande à espera (sem euforia) de Dirceu Lopes *

* 29-12-2010, site PortoGente (Santos/SP).

O Porto do Rio Grande já está acostumado com mudanças em seu comando. Foram tantas alterações nos últimos anos que não é possível garantir a continuidade de um planejamento, muito menos desenvolver projetos de longo prazo. Tudo fica nas costas do competente quadro de funcionários de carreira do porto gaúcho, cujo tamanho é bastante limitado. 
                                                    
Desde 2005 já passaram pela superintendência do Porto do Rio Grande: Vidal Áureo Mendonça, Bercílio Osvaldo Luis da Silva, Sinésio Cerqueira Neto, Janir Branco e Jayme Ramis. Agora a casa abre espaço para Dirceu Lopes, que já foi vereador por duas legislaturas na Cidade, secretário da Administração, secretário do Interior e chefe da Casa Civil no governo do Rio Grande do Sul, chefe de Gabinete de Olívio Dutra no Ministério das Cidades e secretário-adjunto do Ministério da Pesca e Aquicultura.

Os representantes dos empresários e dos trabalhadores do Porto do Rio Grande agem com prudência no momento de falar sobre o troca-troca de superintendentes e sobre a expectativa para a gestão Dirceu Lopes, pois existem muitos interesses em jogo e uma manifestação crítica pode comprometer o relacionamento com o poder.

Dirceu Lopes é o novo Diretor Superintendente da SUPRG
O que se percebe nos ares de Rio Grande é que não há euforia com a escolha do novo governador Tarso Genro (PT). A indicação estritamente política, já que o indicado não tem qualificação técnica para o cargo, é sempre mal vista pelos portuários de carreira. Já surgem críticas de que nem formação adequada Lopes tem: apenas o segundo grau, via supletivo.

Embora represente força política considerável na região, Lopes perdeu a eleição para prefeito de Rio Grande para o PMDB em 2008 e não conseguiu se eleger deputado federal em 2010.


Fonte: PortoGente, 29/12/2010. http://www.portogente.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário