Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Socioambiental: chegam as últimas tubulações do emissário

Nas próximas semanas serão instalados os tramos dentro do Guaíba
Foto: Guilherme Santos/PMPA

Chegaram a Porto Alegre no início da tarde desta quinta-feira, 7, as últimas quatro tubulações do emissário subaquático do Projeto Integrado Socioambiental (Pisa). O prefeito José Fortunati e o diretor-geral do Dmae, Flávio Presser, acompanhados de líderes comunitários e moradores da região, foram ao canteiro de obras localizado no antigo Estaleiro Só verificar a recepção dos equipamentos que permitirão o transporte dos esgotos desde a Estação de Bombeamento do Cristal (Mirante) até a Estação Serraria, onde serão tratados. Veja aqui o vídeo

Maior conjunto de obras contratado pela prefeitura nos últimos 40 anos, o Socioambiental tem 65% da execução concluída. No emissário subaquático, 40% das intervenções já foram realizadas. Serão ao todo 22 canos instalados no fundo do lago. Com o término desta operação, em agosto de 2012, o emissário estará pronto para interligar a Estação de Bombeamento Cristal com a Estação Serraria.

Para o prefeito, o Pisa estabelecerá um novo paradigma nacional de qualidade do tratamento do esgoto. “O Socioambiental é antes de tudo uma obra de saúde pública. Investir no saneamento básico é investir na qualidade de vida do cidadão”, disse.

Recebimento dos Tubos do Emissário Subaquático do Pisa.
Prefeito Fortunati e Eng. Flavio Presser (DMAE)
Foto: Cristine Rochol/PMPA

Fortunati exaltou ainda a economia dos recursos públicos que o conjunto de obras representará. “Os cidadãos contarão em casa com água da mesma qualidade já existente hoje, mas os procedimentos empregados pelo Dmae na coleta e no tratamento da água terão custos muito menores”, reforçou o prefeito.

Emissário subaquático – Com a conclusão da ETE Serraria, Porto Alegre será uma das poucas capitais brasileiras com capacidade para tratar o esgoto de 77% da cidade. O esgoto tratado atenderá a todos os padrões de emissão exigidos pelas leis ambientais, e contribuirá para a recuperação da qualidade do lago Guaíba. Essa situação colocará a capital gaúcha em destaque frente a outras cidades brasileiras.

Cada tubulação do emissário, fabricada na cidade paulista de São Vicente, tem extensão de 515 metros e 1,60 metro de diâmetro. O trabalho diário de montagem dos blocos de ancoragem e dos flanges, e de dragagem do leito do lago, é feito para prepar a instalação dos tramos dentro do Guaíba. Essa operação ocorrerá nas próximas semanas, com o acompanhamento de mergulhadores.

Projeto Integrado Socioambiental (Pisa)

O Pisa corresponde, em termos de investimento, ao triplo do orçamento da construção da Terceira Perimetral. O investimento total soma R$ 586,7 milhões, sendo R$ 383 milhões em obras de saneamento. Uma iniciativa que, em pouco tempo, irá triplicar a quantidade de esgotos tratados. Até 2012, a capacidade de tratamento de esgotos gerados da Capital dará um salto, passando de 27% para 77%. São 187,7 quilômetros de redes que estão sendo implantadas, e que se dividem em 156 quilômetros de redes coletoras, 26,6 quilômetros de emissários e 5,6 quilômetros de interceptores.


Projeto Integrado Socioambiental - PISA

Benefícios à população

Retomada da balneabilidade do Lago Guaíba
Redução de doenças de veiculação hídrica
Melhoria do IDH da população diretamente beneficiada
Geração de emprego e renda
Melhoria das habitações para a população que vive às margens do arroio Cavalhada

Coleta e tratamento dos esgotos
O esgoto que hoje é lançado na Ponta da Cadeia será conduzido por um emissário até a futura ETE Serraria, onde irá receber tratamento antes de ser lançado no Guaíba. O processo terá essa sequência:

- a atual Estação de Bombeamento Ponta da Cadeia – já concluída - vai recalcar os esgotos do Centro e da bacia do arroio Dilúvio até o bairro Cavalhada, onde está sendo construída uma segunda estação de bombeamento – a EBE Cristal;
- o trecho do emissário terrestre, em construção, segue desde a EBE Ponta da Cadeia até a EBE Cristal (junto à foz do Arroio Cavalhada);
- também os esgotos da bacia do Cavalhada serão conduzidos para a EBE Cristal;
- da EBE Cristal, o esgoto será bombeado por dentro do trecho subaquático até a entrada da futura ETE Serraria;
- com o tratamento terciário fecha o ciclo de coleta e tratamento Ponta da Cadeia-Cristal-Serraria.

Situação das obras em execução

- Redes Coletoras de Esgoto nos bairros Restinga e Ponta Grossa
Situação: redes coletoras e interceptores já concluídos.
Valor contratado: R$ 31.206.659,42.

- Sistema Cavalhada
Situação: em fase de implantação dos interceptores cloacais e das ligações prediais. Executados 76% dos contratos. Os 24% pendentes de execução aguardam a liberação da áreas de transferência de moradores.
Valor contratado: 31.582.534,65.

- Reforma da Estação de Bombeamento de Esgoto EBE Ponta da Cadeia/Chaminé de Equilíbrio
Situação: Obra concluída em 1° de Abril de 2010.Em fase de recebimento definitivo da obra.
Valor contratado: R$ 9.998.223,33.

- Execução do Interceptor da Restinga
Situação: concluídos 4,7 km –
Valor contratado:R$ 8.666.556,29.

- Execução do Emissário Terrestre - Ponta da Cadeia - EBE Cristal
Situação: Obra em execução com duas frentes, nas avenidas Edvaldo Pereira Paiva e Diário de Notícias. Valor contratado: R$ 35.246.158,76.

- Construção das Estações Elevatórias e Chaminés de Equilíbrio - EBEs Cristal e C2 – Mirante
Situação: Concluídas as fundações e o poços de bombas. Em execução alvenarias e preparação das chaminés para receber o mirante.
Valor contratado: R$ 20,1 milhões.

- Execução da Estação Elevatória EBE Restinga
Situação: Em execução a concretagem do poço de bombas e alvenarias de paredes.
Valor contratado: R$ 3,207 milhões.

- Execução da Estação Elevatória da EBE C1
Situação: Concluídas as alvenarias e estruturas de concreto. Em execução travessia da tubulações na av. Diário de Noticiais para chegada dos esgotos ao poço de bombas.
Valor contratado: R$ 810 mil.

- Execução do Emissário de Esgoto Sanitário da Restinga
Situação: Em execução o assentamento de tubos.
Valor contratado: R$ 2,808 milhões.

- Execução da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Serraria
Situação: Em execução as estruturas de concreto dos tanques e das fundações.
Valor contratado: R$ 102,595 milhões.

- Execução da Estação Elevatória EBE Ponta Grossa 1
Situação: Em execução o poço de bombas.
Valor contratado: R$1,029 milhão

- Execução da Estação Elevatória EBE Ponta Grossa 2
Situação: Em execução as instalações elétricas e acesso ao poço de bombas.
Valor contratado: R$172 mil

- Execução da Estação Elevatória EBE Chapéu do Sol
Situação: Obra de construção civil concluída. Aguarda finalização da urbanização para instalação de equipamentos.
Valor contratado: R$ 468 mil.

Fonte: Prefeitura Municipal de Porto Alegre, Socioambiental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário