Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

N/M Santa Katarina - Os rebocadores da operação de desencalhe

O navio N/M Santa Katarina continua encalhado em frente ao Armazém D-4, no Cais Navegantes, apesar das tentativas de desencalhe realizadas desde sexta-feira (12). No início, foram utilizados rebocadores locais, que operam no porto fluvial da Capital, que se mostraram insuficientes para tal tarefa (baixa capacidade de tração estática). Agora estão sendo usados rebocadores que têm maior "bollard pull", provenientes de Rio Grande, da empresa Wilson Sons - rebocadores Atlas e Hércules, conforme pode ser visto na foto abaixo (Rebocador Atlas).

[imagem.bmp]
Rebocador Atlas, Wilson Sons, Rio Grande

Os rebocadores Atlas e Hércules são idênticos, e possuem as seguintes características: Comprimento 30,7 m; Boca 10,6 m; Pontal 4,4 m; Calado 3,65 m; TDW 158 ton; Bollard Pull 58 ton; Motor Deutz 2x2212 hp; DOB 1998. Apesar da maior capacidade de tração estática desses rebocadores, ainda não foi possível desencalhar o N/M Santa Katarina, e será necessário, além do uso dos rebocadores, descarregar parcialmente a embarcação para aliviar o peso sobre o fundo do rio (transbordo de carga). 

Um comentário:

  1. Quem está conduzindo a operação de desencalhe? Este parece caso de salvage master...

    ResponderExcluir