Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Defeito para lancha com passageiros

Problema ocorreu no meio do canal, entre Rio Grande e São José do Norte.

Embarcação foi retirada do tráfego após inspeção da Capitania dos Portos<br /><b>Crédito: </b> FÁBIO DUTRA / ESPECIAL / CP
Embarcação foi retirada do tráfego após inspeção
 da Capitania dos Portos. (Foto: Fábio Dutra/CP)

A lancha Mara, que atua no transporte hidroviário de pessoas entre Rio Grande e São José do Norte, teve um problema mecânico ontem e parou no meio do canal. Conforme o empresário Paulo Nozari, um dos passageiros, a embarcação, que partiu de Rio Grande às 7h, permaneceu de 15 a 20 minutos sem motor e ninguém informou o que ocorria. "É no mínimo um descaso com os usuários do serviço", afirmou, acrescentando que a lancha que sai às 7h15min passou perto da Mara, com menos da metade do número de pessoas que comporta, e não recolheu os que estavam na embarcação avariada.

Nozari acredita que o problema se deve à falta de manutenção, o que, segundo ele, só acontece quando as lanchas quebram ou a Capitania dos Portos proíbe que sejam usadas. O empresário observa que a licitação da Metroplan referente à concessão do serviço de transporte foi novamente impedida por liminar.

O gerente administrativo da empresa proprietária da Mara, Danúbio Roig, afirma que a lancha parou porque houve rompimento da correia que aciona a bomba da água responsável por resfriar o motor. Segundo ele, a embarcação ficou parada apenas 9 minutos, enquanto a peça era substituída. Roig diz que os passageiros foram informados sobre o que estava acontecendo. "Não houve falta de manutenção, nem riscos ao meio ambiente ou às pessoas que estavam a bordo. Pedimos desculpas aos usuários pelo transtorno", salienta.

A Capitania dos Portos inspecionou a embarcação ainda pela manhã. De acordo com o ajudante do órgão, Hugo Fortes, entre os problemas verificados estão falta de isolamento térmico do motor, vazamento no tanque de expansão e ausência de fita reflexiva nas boias salva-vidas. A empresa foi autuada e a lancha retirada do tráfego. À tarde, outra equipe, mais técnica, fez nova vistoria na Mara, que só deve voltar ao serviço após sanar as falhas.

Na primeira tentativa de licitação do serviço, realizada este ano pela Metroplan, uma das empresas proprietárias de lanchas conseguiu na Justiça fixação de nova data para recebimento de propostas. Foi designado o 26 de setembro e, neste dia, houve nova suspensão por liminares obtidas por outra empresa e pela Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Porto Alegre. Desta vez, segundo a Metroplan, se questionou especificações técnicas constantes no edital. Agora, o Estado deve decidir se vai tentar caçar as liminares ou rever os aspectos técnicos.

Fonte: Correio do Povo, 05-10-2011. Cidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário