Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Porto do Rio Grande recebe casco da Plataforma P-58

Devido ao tamanho da embarcação, foi necessária manobra especial 
para entrada da estrutura no Porto (Foto: Claudio Fachel \ Palácio Piratini)

O Porto do Rio Grande recebeu, nesta terça-feira (11), o Navio MT Welsh Venture, que será transformado no casco da Plataforma P-58. Foram dez horas de operação até o navio atracar no cais do Porto Novo, no canteiro da Queiroz Galvão. Esta é a segunda estrutura deste tipo a ser construída na cidade.

A operação iniciou às 4h com a chegada dos práticos a bordo do navio. Às 7h10min, o navio estava localizado na entrada do canal de acesso ao Porto, em frente aos Molhes da Barra. Às 11h45min, o navio foi fundeado na chamada área Eco, próximo ao terminal da Braskem. A operação recomeçou por volta das 14h30min e a atracação só ocorreu às 16h15min. Durante este período, a entrada e saída de navios do Porto e Rio Grande esteve suspensa, mas as operações de carga e descarga forma realizadas normalmente. Devido ao tamanho da embarcação, foi necessária a realização de uma manobra especial para entrada no porto, supervisionada pela Capitania dos Portos.

De acordo com o superintendente do Porto do Rio Grande, Dirceu Lopes, a importância da P-58 é a tradução da política naval no Brasil, onde a cidade do Rio Grande colhe frutos. "Nós tivemos uma operação bastante tranquila. Agora temos aqui a tradução em geração de emprego e renda de uma política acertada de Lula e continuada por Dilma. Nós temos um grande período pela frente de crescimento. Essa foi uma das três plataformas que entrarão em seis meses aqui na cidade", destacou.

Segundo o superintendente, a chegada da estrutura representa a consolidação do Polo Naval gaúcho. "O que nós estamos presenciando aqui na planta da Quip e ali no Dique Seco são a implantação e a consolidação do Polo Naval no RS. Nós colhemos os frutos que o governo brasileiro plantou ao acertar em trazer para cá aquilo que era feito lá fora. Agora é aproveitar esse momento de desenvolvimento sócio-econômico". Além disso ressalta que a plataforma vai trazer mais empregos para a cidade.

P-58

A plataforma é uma unidade flutuante do tipo FPSO que produz, processa, armazena e escoa petróleo, com capacidade de produção de 180 mil barris de óleo/dia, de compressão de 6 milhões de metros cúbicos de gás/dia, de injeção de água de 350 mil barris/dia e de acomodações para 110 pessoas. O término dos serviços em Rio Grande e a saída do Porto Novo estão previstos para junho de 2013. No total, o investimento na construção da P-58 está orçado em 1,34 bilhões de dólares.

Texto: Lorena BarrosGaribaldi
Edição: Redação Secom (51) 3210-4305

Fonte: Portal do Estado do RS, Portal RS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário