Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Governo entrega Cais Mauá à iniciativa privada para início de obras de revitalização

A degradada zona portuária deve ser transformada em complexo de lazer, gastronomia e negócios

Itamar Melo
itamar.melo@zerohora.com.br

Arte: Hermes Vargas dos Santos, Hidrovias Interiores - RS

Ao meio-dia desta quarta-feira, a margem do Guaíba será o palco central do primeiro ato de uma transformação que deve perdurar pelos próximos quatro anos. A região do Cais Mauá será entregue à iniciativa privada para que transforme a área em um novo centro de referência na capital dos gaúchos.

Há pouco mais de dois séculos, as margens do Guaíba deram à luz um vilarejo que se transformaria em Porto Alegre. O mesmo local será palco nesta quarta-feira de uma espécie de renascimento da metrópole. Ao meio-dia, o governador Tarso Genro transfere a posse dos mais de 180 mil metros quadrados do Cais Mauá à iniciativa privada. O sonho de que aquele se torne um lugar realmente público começa a virar realidade.

A área será assumida pela empresa Porto Cais Mauá Brasil, que venceu a licitação para transformar a degradada zona portuária em complexo de lazer, gastronomia e negócios com potencial para mudar a cara da cidade.

A empresa investirá cerca de R$ 570 milhões. A julgar pelo projeto, pode ter valido a pena esperar décadas. A zona do Gasômetro, por exemplo, ganhará um shopping subterrâneo. Em cima dele, surgirá uma área verde emendada à Praça Brigadeiro Sampaio. Para tornar isso possível, a Avenida Presidente João Goulart será rebaixada em um trecho de 150 metros. À beira do Guaíba, passarelas de madeira avançarão em toda a extensão do cais, ampliando o espaço. O muro será transformado em cortina de água com iluminação. Os armazéns, reformados, abrigarão comércio e serviços. Três torres serão construídas.

Fonte: Zero Hora, 23-11-2011. Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário