Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Rio dos Sinos não tem capacidade para abastecer lavouras de arroz, alerta prefeito

Nível da água chegou a um metro no início desta semana

Karina Reif/Correio do Povo

Nível do Rio dos Sinos está abaixo do normal<br /><b>Crédito: </b> Felipe de Oliveira / CP Memória
Nível do Rio dos Sinos está abaixo do normal 
Crédito: Felipe de Oliveira/CP Memória

O Rio dos Sinos não tem capacidade para abastecer as lavouras de arroz, alertou nesta segunda-feira o prefeito de São Leopoldo e presidente do consórcio Pró-Sinos, Ary Vanazzi. Ele entregou um estudo sobre a estiagem à comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa, que debateu os problemas enfrentados na região em razão da diminuição dos níveis de água.

O nível do rio chegou a um metro no início dessa semana, segundo a Secretaria do Meio Ambiente da cidade. A média é de 2,5 metros *. Por conta da baixa das águas, São Leopoldo e Novo Hamburgo iniciaram um racionamento para o consumo.

Vanazzi explicou que foram apresentadas na audiência alternativas como política de financiamento e ampliação no processo de fiscalização. Segundo ele, 63% da água captada no Rio dos Sinos no período de novembro a fevereiro é usada para a produção do arroz e apenas 28% para o consumo humano. “No período que os arrozeiros não usam a água, 72% vai para a população", argumentou.

De acordo com a deputada estadual Ana Afonso (PT), que pediu a reunião, 1,7 milhão de pessoas são abastecidas pelo Rio dos Sinos nos 32 municípios da bacia. Ela considera que a prioridade na captação deve ser da população. “Recebemos documentos e devemos entregar uma análise disso tudo no próximo encontro da comissão”, disse. As entidades ligadas à produção de arroz devem negociar com as autoridades.

Segundo a MetSul Meteorologia, a chuva prevista para os próximos dias pode favorecer a subida dos níveis dos rios dos Sinos e Gravataí. No entanto, as precipitações serão irregulares.

Fonte: Correio do Povo, 12-12-2011. Meio Ambiente

NOTA DO EDITOR

Especialmente em períodos de estiagem, o Rio dos Sinos não tem capacidade de continuar recebendo esgoto "in natura", sem tratamento, produzido por centenas de milhares de pessoas dos 32 municípios da sua bacia hidrográfica, e o processo de eutrofização acaba com o oxigênio disponível na água (mortandade de peixes). 

O Rio dos Sinos também não tem condições de continuar sendo explorado pelos areeiros nas condições permitidas pela FEPAM, que autoriza profundidades de corte de até 6 metros (!), pois o brutal aprofundamento, além de caótico (buracos), agrava a redução do nível do rio na estiagem (rebaixamento do lençol freático). O perfil longitudinal do desse rio admite navegação para calado de até 2 metros (estiagem de projeto, EP) na região próxima de São Leopoldo. Diante disso, como autorizar extração de areia até 6 metros de profundidade?

Por último, o Rio dos Sinos tem condições para continuar recebendo o aporte de diversos arroios poluídos com efluentes industriais que contém metais pesados, PCB's, policíclicos aromáticos e pesticidas, dentre outras substâncias poluentes? Essas três questões estão relacionadas à ação dos órgãos de preservação e controle ambiental ... 

* Tabela de Cotas Médias


A cota média do Rio dos Sinos é de 2,23 metros, conforme pode ser visto na tabela acima, que calculei utilizando o programa HIDRO a partir de arquivo de dados da Agencia Nacional de Águas (ANA) referentes à estação 87382000 (São Leopoldo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário