Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Porto de Rio Grande - Movimentação de cargas aumenta 8,69 % em 2011


NOTA DO EDITOR

Até o mês de novembro de 2011, a movimentação de cargas no porto marítimo de Rio Grande já superava a do ano anterior em 2,46 %, conforme mostram as tabelas acima. Assim, se considerarmos uma movimentação no mês de dezembro de 2011 idêntica à do ano 2010 (1.775.435 toneladas), a estimativa é que o aumento na movimentação de cargas em 2011 seja 8,87 % maior do que a ocorrida no ano de 2010.

Observação: Hoje (2/1/2012) à tarde, tive acesso às estatísticas atualizadas para 2011, dados disponíveis no site da SUPRG, e verifiquei que o movimento do mês de dezembro foi de 1.725.915 toneladas, sendo que o total movimentado em 2011 passa a ser de 30.120.397 toneladas, representando um crescimento de 8,69 % em relação ao ano de 2010.

Fonte: Superintendência do Porto de Rio Grande, Estatísticas.

2 comentários:

  1. Oi Eng Hermes, boa noite, meu nome é Cristiano e sou advogado e aluno de pós em direito do trabalho aqui em Poa/RS, minha dúvida é a seguinte: estou no item Analise de alguns portos, dentre eles, de Rio Grande, abaixo segue o paragrafo do meu trabalho e ao final minha dúvida:

    "Importante destacar a grande diferença na movimentação total de cargas (em toneladas) do período apresentado no artigo por Tussi e Isotton, entre 2001 a 2005, com relação ao período posterior entre 2008 a 2011 presente neste estudo (os dados do período abaixo de 2008 não estão disponíveis nas estatísticas do site da SEINFRA - Secretaria de infraestrutura e Logística do governo do estado do RS)"
    ANO GARGA (TON)
    2001 16.500
    2002 16.300
    2003 21.500
    2004 22.400
    2005 18.000
    2006 0
    2007 0
    2008 24.633.242
    2009 23.908.887
    2010 27.711.803
    2011 30.494.684

    questão: existe essa grande diferença? Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No período 2003/2005, não vejo inconsistência nos dados (a queda em 2005 foi devida à seca, a pior quebra de safra ocorrido no RS). Também houve quebra de safra no período 2001/2002, mas é bom examinar as estatísticas da ANTAQ porque pode também ocorrer mudança/diferença no uso dos critérios de medição. Ver http://www.antaq.gov.br/Portal/Estatisticas_Anuarios.asp

      Excluir