Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Estação Antártica Comandante Ferraz, base militar e científica operada pela Marinha, é destruída por incêndio

Fogo pode ter destruído 40% da pesquisa na região, diz glaciologista

Imagem da Armada de Chile mostra fogo consumindo a estação brasileira (Divulgação/Armada de Chile)
Incêndio destrói Estação Antártica Comandante Ferraz 
(Foto: Armada de Chile)

Prejuízo com incêndio em base da Antártica deve chegar a R$ 10 milhões

O incêndio que atingiu a Estação Comandante Ferraz, base científica e militar brasileira na Antártica, pode ter destruído 40% dos programas de pesquisa nacionais que permitem estudar o impacto das mudanças ambientais globais no continente antártico e suas consequências para as Américas, segundo o diretor do Centro Polar e Climático da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), Jefferson Cardia Simões. De acordo com o glaciologista, o prejuízo pode chegar a R$ 10 milhões.


Por meio da Ufrgs, Simões desenvolve pesquisas conjuntas com cientistas da base antártica. Conforme o professor, o incidente gera um “momento crítico” para o trabalho realizado até o momento. ”O prejuízo nas pesquisas relacionadas à atividade humana no local, da biodiversidade e da composição química da atmosfera, é bastante evidente”, disse Simões.

(Pedro Guerreiro, Arquivo Pessoal)
Foto: Pedro Guerreiro (Arquivo Pessoal)

O pesquisador ressalta que outros 60% da pesquisa brasileira na região são realizados em navios e acampamentos dentro do continente antártico. “Nessa região são pesquisados o aumento da temperatura global, o efeito estufa, o aumento do buraco da camada de ozônio, o aumento do nível dos oceanos, além de recolhidos elementos provenientes da poluição causada em sua maioria pelos países do hemisfério norte”, afirma o glaciologista que liderou a primeira expedição terrestre do Brasil ao interior do continente antártico.

Avião da FAB que transportará sobreviventes pousa em Punta Arenas Nauro Júnior/Agencia RBS
Resgate dos brasileiros - Avião da FAB fez escala em Pelotas
(Foto: Nauro Júnior/Agência RBS)

O incêndio ocorreu na Praça de Máquinas, onde ficam os geradores de energia. Cientistas que estavam na estação contam que dois sargentos não conseguiram sair do local, destruído pelas chamas. Um ferido conseguiu ser resgatado por colegas da Marinha e foi levado para a base polonesa de Arctowski, próxima à brasileira, para receber os primeiros socorros.

Furg enviará 180 quilos de roupas para militares

A Estação de Apoio Antártico (Esantar) da Universidade do Rio Grande (Furg) enviará 180 quilos de roupas especiais para os militares que vão até a Estação Antártica Comandante Ferraz após incêndio ocorrido na madrugada deste sábado. Um voo da Marinha deve decolar às 15h30min do Rio de Janeiro e chegar ao aeroporto de Pelotas, no Sul do Estado, por volta das 18h.

Fonte: Ronaldo Berwanger/Correio do Povo, Geral.

"A base estava equipada com sistema anti-incêndio, que não funcionou devido à perda de energia motivada pela falha de geradores, não havendo um sistema de fornecimento de energia alternativo." (Adelino Canário, Centro de Ciências Marinhas/Universidade do Algarve/Faro/Portugal, Estação Arctowski, Baía do Almirantado).


Fonte: Zero Hora, Vídeos clicRBS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário