Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Por que esse tipo de carga não é transportada por hidrovia?

Estrutura da P-55 vai até Rio Grande

Fabricado pela Cooperativa dos Trabalhadores Metalúrgicos de Canoas (CTMC) para equipar a Plataforma P-55, o Spreader Truss cruzou às 10h de ontem a Ponte do Guaíba rumo ao Município de Rio Grande, por encomenda do Consórcio Quip P-55. A estrutura gigante, avaliada em R$ 960 mil, pesa 14 toneladas. Sua dimensão é de 18 metros de comprimento por 6 metros de largura. A previsão do tempo de viagem é de três dias, segundo o gerente da Pacheco Logística (Grupo Darcy Pacheco), Newvani Correa, responsável pela operação.

Equipamento de 14 toneladas será instalado na extratora de petróleo 
Foto: Newvani Corrêa/Darci Pacheco/Divulgação

A velocidade limite para o transporte do Spreader Truss é de 30 km/h e conta com escoltas das polícias Rodoviária Federal (em BRs) e Estadual (em ERS), além do serviço de escolta particular. O percurso iniciado ontem começou na rota Porto Alegre - Pantano Grande (BR 290). Segue em direção ao Sul do Estado pela rodovia Rio Pardo - Canguçu (ERS 471) e se encerra quinta-feira na rodovia Canguçu - Rio Grande (BR 392). Depois de montada, a plataforma de exploração de petróleo e gás P-55 rumará para a Bacia de Campos (RJ).

Fonte: Correio do Povo, Economia.

Um comentário:

  1. Hermes,muito boa esta pergunta, acontece que moramos em um país onde a corrupção, propina, e o jogo com as cartas marcadas, viraram leis. Infelizmente convivemos diariamente com esse jogo de INTERESSES!!!

    ISTO É UMA SACANAGEM

    ResponderExcluir