Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Travessia Porto Alegre/Guaíba - Integração no transporte

Estudo analisa possibilidade de usuários do catamarã contarem com linhas de ônibus associadas

Aguardada por mais de 50 anos, a retomada da travessia fluvial entre Porto Alegre e Guaíba tem agradado quem utiliza o transporte. E mais, o catamarã, pode, em breve, ter novidades: a integração com os ônibus municipais de Guaíba. A medida, caso ocorra, deverá beneficiar principalmente os moradores que desejam usar o barco, mas residem distante do Centro da cidade, onde fica o terminal é hidrorrodoviário.

Se até meados de 1960 os moradores da Capital e do município vizinho podiam se deslocar até o cais para fazer a travessia pelas águas do Guaíba, a realidade atual é ainda mais promissora. Fruto de R$ 7 milhões em investimentos, dois catamarãs - barcos com dois cascos e ar-condicionado, 120 lugares, espaço para cadeirantes e bicicletas - se revezam no trajeto que, em até seis meses, deve ter mais uma parada além das duas existentes. Segundo o diretor da CatSul - empresa gaúcha que venceu a licitação para operação da travessia Porto Alegre-Guaíba -, Carlos Bernaud, o pedido de construção de um terminal próximo ao BarraShoppingSul já foi solicitado à Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional. "Aguardamos o retorno da proposta para darmos mais esse passo em beneficio da população", explicou.

Atualmente, dois catamarãs - barcos com dois cascos e ar-condicionado, 
120 lugares, espaço para cadeirantes e bicicletas - se revezam na travessia. 
(Foto:Pedro Revillion)

Quatro meses após a inauguração, a CatSul confirma que a procura pelo serviço tem superado a expectativa e fortalece o propósito de ser uma alternativa de transporte público para moradores das duas cidades. "A população guaibense aderiu ao novo modal e a de Porto Alegre utiliza como turismo, principalmente nos finais de semana. Por dia, em média, transportamos 2 mil passageiros", revelou Bernaud ao destacar que, ainda sem prazo estabelecido para sair do papel, existe um estudo sobre a possibilidade de integração com as linhas de ônibus da cidade de 95 mil habitantes.

Mesmo que seja apenas uma pretensão, a ideia agrada aos moradores do município. Sandra Fischer, moradora do bairro Santa Rita, já projeta os benefícios caso a promessa se concretize. "Seria ideal, pois mesmo longe da hidrorrodoviária poderia ir até o Centro e embarcar no catamarã. Chego a Porto Alegre em 20 minutos e fugir dos ônibus intermunicipais lotados será um alívio", avalia Sandra.

Fonte: Correio do Povo, 04-01-2012. Cidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário