Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Ibama apreende caminhões, barcos e redes de pesca de praia

Durante fiscalização realizada na manhã desta quinta, na praia do Cassino, agentes ambientais do Ibama no Rio Grande do Sul, em atividade no Escritório Regional do instituto, apreenderam oito caminhões, oito barcos e igual número de redes de emalhe, pertencentes a parelhas que atuam na pesca de praia. Também foram apreendidos, ao todo, 700 quilos de peixe que estavam nas embarcações. A apreensão se deu devido ao fato de essas parelhas não terem permissão do órgão competente - Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA) - para este tipo de atividade pesqueira. Cada parelha utiliza entre 700 e 800 metros de rede. Na operação, o instituto teve apoio da Brigada Militar. 

Barcos trabalhavam sem permissão do MPA (Foto: Deyver Dias)

Conforme o chefe do Escritório Regional do Ibama, com sede em Rio Grande, Luiz Louzada, os proprietários foram autuados. A multa aplicada a cada um foi de R$ 1 mil, mais R$ 20 por quilo de peixe pescado. Os barcos e os caminhões ficaram com seus proprietários, sendo estes na condição de fiéis depositários. Já as redes foram colocadas em um depósito do Escritório Regional do Ibama. Louzada explicou que, para este tipo de pesca, as embarcações são transportadas por caminhões até a beira da praia. Depois, os pescadores colocam os barcos na água e navegam até 500 metros da orla e lançam as redes paralelamente à praia. 

Atualmente, essas parelhas atuam na captura de papa-terra. Em outros períodos, são alvo deste tipo de pesca também a pescadinha e a corvina.

Fonte: Jornal Agora, Apreensão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário