Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Porto de Rio Grande - Produção naval avança

Obra em Rio Grande permitirá trabalhar com três plataformas ao mesmo tempo ao invés de uma só

As obras de extensão do cais 1 do canteiro da Quip S/A, na ponta Sul do Porto Novo de Rio Grande, iniciadas em fevereiro deste ano, estão em ritmo acelerado. A primeira parte da ampliação da estrutura, destinada a carga e descarga, está quase pronta e deve ser concluída em meados deste mês. Nela, serão descarregados os módulos da plataforma P-58 construídos no Rio de Janeiro. A chegada desses módulos ocorrerá a partir deste mês. A outra, que é para ancoragem, deverá ser terminada no final de julho. Nesta, será atracado o casco da P-63, que deve chegar da China entre agosto e setembro deste ano.

Porto Novo - Cais Quip (Foto: Fabio Dutra/Especial/CP)

Conforme o gestor de suporte corporativo à gestão da Quip, Marcos Reis, 450 trabalhadores contratados pela Construtora Queiroz Galvão estão envolvidos nesta obra. A construtora foi contratada para fazer a ampliação do cais. Das 370 estacas de concreto a serem cravadas nos 220 metros de ampliação do cais, 270 já foram instaladas. As outras cem devem ser cravadas até 15 de junho. O estaqueamento está sendo feito com duas frentes de trabalho. Cada estaca tem 39 metros de comprimento e diâmetro de 80 centímetros, segundo o gerente de produção da obra, José Eustáquio Brito.

Ampliação de estrutura custará R$ 180 milhões
Crédito: Fabio Dutra/Especial/CP

As obras para a ampliação da infraestrutura da Quip consistem na extensão do cais 1 e na implantação do cais 2, na área Sul do canteiro da empresa. A construção do cais 2 deve ocorrer a partir de 2013. Com essa ampliação, será triplicada a capacidade de atracação atual do canteiro da Quip, que hoje tem condições de receber uma plataforma de cada vez. Com a ampliação, terá espaço para três simultaneamente. O investimento nas duas estruturas é de R$ 180 milhões.

Fonte: Correio do Povo, Economia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário