Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Concluída a operação de união do convés da P-55 com o casco

A Quip e a Petrobras concluíram, por volta das 18h de sábado, no dique seco do Estaleiro Rio Grande (ERG1), a operação para união do convés (deckbox) da plataforma semissubmersível P-55 com o casco. Depois de completado, na sexta-feira, o içamento do convés até a altura de 47,2 metros em relação ao fundo do dique, a ação para o acoplamento dele no casco foi iniciada por volta das 3h da madrugada de sábado.

Em um trabalho que durou em torno de 15 horas, o casco foi posicionado embaixo do deckbox e este, que pesa 17 mil toneladas, foi baixado e assentado sobre o casco. Ainda no sábado, o dique seco, que estava parcialmente inundado, começou a ser esvaziado para o início de uma nova fase dos trabalhos de montagem da P-55: a fixação das estruturas, instalação de módulos sobre o deckbox e integração dos sistemas.

Operação "Deck-Mating" durou em torno de 15 horas. (Foto: Divulgação/Petrobras)

O esvaziamento do dique estava sendo concluído na tarde deste domingo e incluiu a retirada de peixes, que nele ingressaram com a abertura do porta-batel, e devolução destes ao mar. A operação toda para a união do deckbox com o casco, denominada mating, começou no dia 25 de junho e consistiu no içamento do convés (ocorrido em etapas), alagamento do dique seco, retirada do porta-batel, deslocamento do casco para dentro do dique, recolocação do porta-batel, posicionamento do casco embaixo do deckbox e união das duas partes da plataforma.

Conforme a Petrobras, o içamento do convés, técnica inédita no Brasil, pode ser considerado o maior realizado no mundo até hoje, devido ao peso da estrutura e a altura a que foi erguida. O içamento foi feito por meio de um sistema de elevação composto de 12 macacos hidráulicos em ação simultânea. Depois de pronta, a P-55 será transportada para o Campo de Roncador, na Bacia de Campos (Rio de Janeiro), onde deverá entrar em operação em setembro de 2013.

Por Carmem Ziebell
carmem@jornalagora.com.br

Fonte: Jornal Agora, Rio Grande. Plataforma

Nenhum comentário:

Postar um comentário