Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Peças gigantes destinadas à Refap seguem para Triunfo na terça

Equipamentos já chegaram ao Cais de Porto Alegre

Partida das balsas do Porto Novo de Rio Grande deu    
início à megaoperação de transporte dos equipamentos. 
(Foto: Newvani Correa/Divulgação/CP) 

Já chegaram ao Cais de Porto Alegre as quatro peças gigantes que serão utilizadas na ampliação da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, na Região Metropolitana. O material deve seguir, por via fluvial, a partir das 6h desta terça-feira, para a cidade de Triunfo e, após, ser descarregado, na tarde de quarta-feira, transportado via terrestre até a refinaria. A operação é considerada a maior da história do transporte rodoviário brasileiro em função da altura dos equipamentos. 

De acordo com o gerente de Logística da Darcy Pacheco, Newvani Cirolini Correa, as peças vieram do Porto de Rio Grande e foram deslocadas pela hidrovia através de uma barcaça de 85 metros. Juntas, as quatro peças possuem 160 toneladas. Serão transportados dois tanques de tamanhos próximos a um prédio de quase três andares, com 14 metros de comprimento, 8,4 metros de largura, 8,2 metros de altura. “As peças serão levadas de Triunfo a partir de quarta-feira, mas caso não cheguem até o destino na sexta, precisaremos interromper o trajeto e retomar na segunda-feira, para respeitar a lei eleitoral”, explicou Correa. Nesse período, nenhuma operação pode obstruir estradas, segundo a legislação. 

A operação era prevista originalmente para a primeira quinzena de setembro, mas foi transferida em razão da greve dos auditores da Receita Federal. O comboio deve utilizar as rodovias TF-10 (municipal), ERS-122 (estadual), BR-386 e BR-116 (federais). Na última, segundo a empresa, o transporte só pode ser feito a partir das 22h em função do movimento da estrada. Serão necessários bloqueios parciais e até totais em pontos determinados do trajeto.

Fonte: Correio do Povo. Geral

Nenhum comentário:

Postar um comentário