Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

sábado, 20 de outubro de 2012

SPH recupera balizamento no Rio Guaíba

O navio balizador Benjamin Constant, da Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH) voltou às operações para manutenção do balizamento no Rio Guaíba. O trecho atendido na manhã desta quinta-feira, 18, foi o Canal do Leitão, quando foi recolocada uma boia cega e resgatada uma boia luminosa. 

Durante a operação, os tripulantes da embarcação recolocaram a BCV 122, recuperada pelos técnicos do Estaleiro de Triunfo. Também foi feito o resgate da BLE 119 que estava a cerca de 500 metros do canal, depois de perder parte do equipamento de ancoragem. 

alt

Conforme o engenheiro Reinaldo Gambim, da Divisão de Operações e Fiscalização (DOF/SPH) ao trabalho foi considerado um sucesso. “A estratégia de recuperação dos sinais náuticos e do balizamento dos canais, estabelecida pela SPH, está correndo de acordo com o planejado. A recolocação dos sinais do Rio Guaíba se estenderá por cerca de 50 quilômetros, entre o Porto de Porto Alegre e o Canal de Itapuã”, explicou. 

alt

ECONOMIA

O restabelecimento dos sinais náuticos, sob fiscalização da Marinha do Brasil, é realizado pela SPH com mão de obra e equipamentos próprios. Conforme o Superintendente de Portos e Hidrovias, estas ações garantem uma economia de até 70%, em relação à contratação de terceiros. A SPH tem corpo técnico e equipamentos capazes de realizar essa manutenção sem onerar os cofres públicos. 

EMBARCAÇÃO

O Navio Balizador Benjamin Constant tem 36 metros de comprimento, 7,5 metros de boca e calado de 2,40 metros. 

Fotos: Cristiane Franco

Fonte: Superintendência de Portos e Hidrovias. SPH

Nenhum comentário:

Postar um comentário