Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Guarita desenvolve embarcações para operarem no Rio Grande do Sul

Jefferson Klein

A Navegação Guarita encomendou a construção de dois navios empurradores e de duas barcaças para agregar a sua frota que realiza a navegação interior no Estado. O primeiro conjunto, informa o diretor-executivo da empresa, Werner Barreiro, deve ser concluído até o final do mês de março.

Barcaça terá capacidade para até 5 mil m3 de derivados de petróleo
Foto: Jorge Peña/Divulgação/JC

O empurrador terá o nome de Helio Sffair (fundador da companhia) e a barcaça, que terá capacidade para transportar até 5 mil metros cúbicos de derivados de petróleo, se chamará Eco Energia 1. O dirigente explica que a identificação deve-se ao fato de que o principal cliente dos seus serviços será a refinaria Alberto Pasqualini (Refap), que movimentará Diesel S-10, combustível com baixo teor de enxofre, ou seja, com menor impacto ambiental. O conjunto completo terá uma boca de 16 metros (largura máxima) e 114 metros de comprimento, devendo atingir uma velocidade média de sete nós (1852 metros por hora). Sua atuação será fundamentalmente na área entre a região Metropolitana de Porto Alegre e Rio Grande. O segundo conjunto ainda não possui denominação, porém, terá características praticamente idênticas ao original.

As embarcações, tanto os empurradores como as barcaças, estão sendo feitas pela Intecnial. O grupo desenvolve os chamados “módulos” que compõem as estruturas na sua unidade em Erechim e finaliza os trabalhos no estaleiro da Navegação Aliança, em Taquari, que foi arrendado pela companhia. Se o primeiro conjunto deve ficar pronto em cerca de dois meses, o próximo deve ser finalizado em janeiro de 2014. O investimento total, nos dois empurradores e nas duas barcaças, é estimado em torno de R$ 50 milhões. A iniciativa será financiada, contando com recursos do Bndes, que serão repassados pelo Badesul.

Fonte: Jornal do Comércio, Logística.

Nenhum comentário:

Postar um comentário