Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

SPH recupera sinalização de canais de Pelotas e do Delta do Jacuí

A Superintendência de Portos e Hidrovias (SPH) investiu cerca de R$ 100 mil reais na reposição de boias depredadas em canais de navegação localizados no Delta do Jacuí, Lagoa dos Patos e acesso ao Porto de Pelotas. Na manhã desta sexta-feira (8) foram trocadas duas boias no Canal Furadinho, junto ao Delta. Na semana passada, equipes trabalharam na reposição de sinais do Canal São Gonçalo, em Pelotas; Feitoria e Setia, na Lagoa dos Patos.

Das duas boias repostas no Delta do Jacuí, uma delas ficou totalmente danificada após a colisão de uma embarcação, a outra desapareceu. “São equipamentos que custam em torno de R$15 mil cada um. Além disso, temos todo o custo de operação. Por ser um material imprescindível para a segurança da navegação, não podemos deixar de repor”, explicou o engenheiro Reinaldo Gambim, responsável pela manutenção do balizamento nas hidrovias.


A situação que mais chamou a atenção dos técnicos da Divisão de Operações e Fiscalização da SPH (DOF), foi a troca de boias no canal São Gonçalo, em Pelotas, destruídas após serem utilizadas para prática de tiro ao alvo. “Foram duas boias marcadas com tiros que precisaram ser substituídas. Ficou visível que o equipamento foi usado como alvo para treino ou brincadeira de atiradores. Isso é vandalismo, prática que não é tão incomum acontecer com a nossa sinalização”, disse.

Até o ano passado a SPH investiu R$ 14,5 milhões na recuperação das hidrovias e para 2013 a previsão é de mais R$ 6 milhões. A meta é qualificar ainda mais as condições de navegação nos canais de acesso aos portos interiores. As hidrovias do estado movimentaram cerca de quatro milhões de toneladas durante o ano de 2012.

Fotos: Cristiane Franco

Fonte: Superintendência de Portos e Hidrovias, SPH.

Nenhum comentário:

Postar um comentário