Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Extração de Areia - Preso secretário de Meio Ambiente do Rio Grande do Sul

Polícia Federal desarticulou rede de corrupção voltada à obtenção ilegal de licenças ambientais

Numa operação conjunta entre o Ministério Público do Estado (MP) e a Polícia Federal (PF) foi preso na madrugada desta segunda-feira o secretário estadual de Meio Ambiente Carlos Fernando Niedersberg. O secretário estaria sendo investigado por suposto envolvimento em recebimento de recursos ilegais na liberação de licenças ambientais.

Carlos Fernando Niedersberg é Vice-Presidente 
 Municial e Vice Presidente Estadual do PCdoB

De acordo com a PF, a operação, denominada Concutare, identificou um grupo criminoso formado por servidores públicos, consultores ambientais e empresários. Os investigados atuariam na obtenção e na expedição de concessões ilegais de licenças ambientais e autorizações minerais junto aos órgãos de controle ambiental. A investigação iniciou em junho de 2012.

Ordens judiciais em oito cidades gaúchas

Cerca de 150 policiais federais participam da operação para executar 29 mandados de busca e apreensão e de prisão temporária expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. As ordens judiciais serão cumpridas nos municípios de Porto Alegre, Taquara, Canoas, Pelotas, Caxias do Sul, Caçapava do Sul, Santa Cruz do Sul, São Luiz Gonzaga, no Rio Grande do Sul, e em Florianópolis, Santa Catarina.

Os investigados devem ser indiciados por corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, crimes ambientais e lavagem de dinheiro, conforme a participação individual de cada envolvido. As investigações foram conduzidas pela Delegacia de Repressão a Crimes contra o Meio Ambiente e ao Patrimônio Histórico (DELEMAPH) e pela Unidade de Desvios de Recursos Públicos da Polícia Federal no Rio Grande do Sul.

Fonte: Correio do Povo. Meio Ambiente e Corrupção

Um comentário:

  1. Hermes, a cerca de 10 anos quando te conheci voce já dizia pelos corredores da SPH, "essa turma tinha que ser presa" , em relação as dragagens predatórias que aconteciam no Guaiba/jacui.
    E tinha razão, demorou mas aconteceu.

    Um TFA

    Mucillo

    ResponderExcluir