Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

terça-feira, 2 de junho de 2015

Jaguari - Laudos de engenheiros não foram considerados pelas autoridades, e a ponte caiu ...

Em laudo, engenheiro disse que era necessário restringir passagem de veículos acima de três eixos sobre a ponte 

Bitrem que caiu possuía nove eixos


O prefeito de Jaguari, João Mário Cristofari, garantiu, na segunda-feira, que nunca foi notificado de que seria necessária uma restrição quanto à passagem de veículos e de carga sobre a ponte. Ele afirmou, ainda, que a ponte recebia manutenção regularmente. De acordo com a promotora de Justiça do município, Luiza Pinto Trindade, o Ministério Público (MPE) acompanha a situação estrutural da ponte desde 2011, já que se trata de um patrimônio histórico para a cidade. Segundo ela, o MPE instaurou um inquérito para pedir explicações à prefeitura sobre as medidas de manutenção necessárias à conservação da ponte.

Em laudo, engenheiro disse que era necessário restringir passagem de veículos acima de três eixos sobre a ponte Ronald Mendes/Agencia RBS
Foto: Ronald Mendes/Agência RBS

A pedido do MPE, a prefeitura apresentou, em janeiro de 2014, um laudo técnico, feito pelo engenheiro Eduardo Rizzatti, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), que concluía que "a ponte não apresentava risco estrutural, desde que realizados os serviços e delimitações descritos". No documento, o engenheiro apontava, entre outras coisas, "a necessidade de restringir a capacidade de carga da mesma para caminhões de até três eixos". Para a promotora, não havia indicação do que precisava realmente ser feito:

— No laudo, dizia que a ponte estava em condições viáveis e não apresentava riscos estruturais. Mas o engenheiro fez sugestões do que poderia ser melhorado. Entre os apontamentos, constava que fosse limitado o tráfego de veículos de até três eixos (o bitrem que caiu tinha nove eixos). Isso foi uma sugestão, mas não foi indicado que precisava realmente ser feito (?).


Luiza diz que o MP seguiu acompanhando a situação e determinou que uma nova vistoria fosse feita, dessa vez, por órgãos técnicos do próprio MP. 

 — Em novembro do ano passado, o engenheiro André Antônio Barth, da Divisão de Assessoramento Técnico do Ministério Público Estadual, esteve aqui em Jaguari para a nova vistoria. O engenheiro complementou o laudo feito no início de 2014 e concluiu que não havia risco iminente, a curto prazo. Por isso, nenhuma medida foi tomada à época — esclarece a promotora. Ainda conforme Luiza, a prefeitura será obrigada a apresentar novo laudo técnico da vistoria. O "Diário" tentou contato com os dois engenheiros durante a tarde de segunda-feira, mas não conseguiu encontrá-los.


Fonte: Diário de Santa Maria, Rio Jaguari.

Nenhum comentário:

Postar um comentário