Documentação Técnica

Documentação Técnica
* Engenharia de Dragagem, Sinalização Náutica, Batimetria, Projetos de Canais Navegáveis, Meio Ambiente, Cartas Náuticas, Software de Navegação, Topografia Básica e outros assuntos técnicos.

* Os leitores poderão ter acesso e fazer download do material na parte inferior desta página.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

Sociedade de Engenharia homenageia dirigente afastado do CONFEA por improbidade administrativa e crime eleitoral

A Justiça Federal afastou o presidente do Confea, José Tadeu da Silva, e a vice-presidente, Ana Constantina Sarmento de Azevedo, por improbidade administrativa e crime eleitoral. A ação judicial teve origem em inquérito realizado pelo Ministério Público Federal. 

Eng. José Tadeu afastado da presidência do Confea
Eng. José Tadeu da Silva

Também foram afastados os conselheiros federais de Rondônia, Eng. Agr. João Francisco dos Anjos, e do Espírito Santo, Eng. Civ. Marcos Motta Ferreira. 

Assumiu a presidência do Confea o conselheiro federal do Pará Antônio Carlos Alberio. 

Segundo o Eng. Civil Melvis Barrios Junior, presidente do CREA-RS, o Sistema Confea/Crea está fazendo a sua parte, num momento em que o Brasil necessita de ampla transparência e conduta ilibada dos gestores públicos.

NOTAS DO EDITOR

1 - O sistema CONFEA/CREA's, ao contrário do que diz o atual presidente do CREA/RS, não está fazendo "a sua parte", no que tange à transparência e conduta ilibada de seus dirigentes; a própria noticia mostra isso, pois foram instituições estranhas à engenharia - MPF e Judiciário, que afastaram o Eng. José Tadeu da Silva do comando do CONFEA.  

2 - Na área da engenharia, das entidades de classe que constituem o sistema CONFEA/CREA's, ocorre exatamente o contrário, pois esse tipo de dirigente, condenado por improbidade administrativa e crime eleitoral, é homenageado pelos seus pares ... O engenheiro José Tadeu da Silva foi recentemente homenageado pela Sociedade de Engenharia do RS, que o elegeu "Engenheiro do Ano/2015, láurea recebida no dia 10 de dezembro passado. Parece que a SERGS está adotando um princípio para escolher seus homenageados - o sujeito tem que ter problemas na TCU ... 




3 - No último dia 18 de novembro, a Justiça Federal de São Paulo determinou o afastamento do presidente do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, engº José Tadeu da Silva, por improbidade administrativa e bloqueou todos os seus bens. Também foram afastados três conselheiros federais por crime eleitoral. Os conselheiros federais afastados são de Alagoas, Rondônia e Espírito Santo.

Esta não é a primeira vez que o engenheiro tem problemas com a Justiça, em outubro do ano passado o portal da Revista Forum (http://www.revistaforum.com.br/mariafro/2014/10/17/confea-presidente-ficha-suja-e-reu-em-mais-de-30-processos/) divulgou que, em 2011, José Tadeu da Silva, naquela época presidente do Crea-SP, foi acusado de trocar viagem a Suíça por votos, por este motivo foi condenado, juntamente com toda a delegação, a devolver os valores aos cofres do Crea-SP, equivalentes, na época, a mais de R$ 400 mil.

No Tribunal de Contas da União - TCU, o engenheiro também foi condenado à multa por má condução do Crea-SP pois, após diligências e auditorias nas contas do Conselho paulista, o TCU o acusou de direcionar licitação e restringir o caráter competitivo na compra da “Sede Angélica”, na Capital de São Paulo, entre outras ilegalidades. Por essas mesmas acusações, a Justiça Federal de São Paulo bloqueou suas contas bancárias e bens até o limite de 15 milhões e 864 mil reais.

O fato de ter um presidente afastado em pleno mandato, por crime eleitoral, é inédito no Sistema Confea/Crea, que possui mais de hum milhão de profissionais registrados em todo o País, e coincide, também pela primeira vez na história da política nacional, com a prisão de um Senador da República em pleno mandato, como é o caso do Senador Delcídio Amaral que, conforme sugere a foto, tem grande amizade com o engenheiro José Tadeu da Silva.

Principais processos contra o engº José Tadeu da Silva, presidente afastado do Confea e ex-presidente do Crea-SP: Justiça Federal de São Paulo; 1) Processo nº 0022976-87.2015.4.03.6100 - Crime Eleitoral/Improbidade Administrativa - Movido pelo Ministério Público Federal (18/11/2015 Afastou o Presidente do Confea, Vice-Presidente e outros dois Conselheiros Federais);  2) Processo nº 0007792-28.2014.4.03.6100 - Improbidade Administrativa - Movido pelo Crea-SP, em função de auditoria do TCU (Em 16/10/2014 bloqueou mais de 15 milhões de suas contas e bens);  3) Processo nº 0015238-82.2014.4.03.6100 - Improbidade Administrativa - Movido pelo Crea-SP, por falta de execução fiscal (Justiça aceitou em 10/08/2015 a denúncia e processo corre em andamento).; Tribunal de Contas da União; 4) Processo nº 035.902/2011-6 - LICITAÇÕES, CONTRATOS, CONCESSÃO DE DIÁRIAS E PASSAGENS - Já condenado pelo TCU (Condenado em 08/07/2015 a pagamento de multa e, em 28/10/2015, já julgado também os embargos onde foi mantida a condenação).

Fontes: CREA/RS e Sociedade de Engenharia do RS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário